Autor: Breno

Sobre

Breno

Cinéfilo desde criança, viciado em música e séries de TV, tem em "O Silêncio dos Inocentes" seu filme favorito, apesar de ser fanático por tudo que remete às décadas de 1960 e 1970.

Boa Noite e Boa Sorte

Por Breno Bringel A televisão é o meio de comunicação de maior alcance para as pessoas no mundo. Apesar disso, é também o meio de comunicação mais subestimado. Em tempos em que pessoas se sentem intelectualizadas apenas ao dizer que “não assistem TV”, filmes como Boa Noite e Boa Sorte nos mostram que esse meio de comunicação, quando usado com inteligência por pessoas inteligentes, pode nos surpreender. Segundo longa dirigido por George Clooney, precedido apenas pelo mediano Confissões de Uma Mente Perigosa (Confessions of a Dangerous Mind), este filme conta a história verídica dos embates políticos entre o senador...

Ler Mais

Nascido para Matar

Por Breno Bringel Filmes sobre guerras são constantes em Hollywood. Desde Asas, filme mudo ganhador do primeiro Oscar de Melhor Filme, essa temática é explorada das mais variadas formas, muitas vezes de maneira repetitiva e limitada. Assim, quando um diretor como Stanley Kubrick adentra por essa rica temática, temos como resultado uma das mais interessantes visões desse gênero, o ótimo Nascido para Matar, penúltimo filme deste realizador. Dividindo o longa em duas partes, o roteiro de Kubrick indicado ao Oscar, adaptando o livro “The Short Timers”, conta a história de um grupo de jovens destinados a ir lutar pelos...

Ler Mais

O Iluminado

Por Breno Bringel Stanley Kubrick sempre foi um diretor inovador, apesar dessas inovações nem sempre serem tão bem recepcionadas. O Iluminado, um de seus últimos filmes, portanto, é mais uma prova concreta da genialidade incompreendida desse excelente diretor. Adaptando para o cinema o famoso livro de Stephen King, o longa narra os macabros e paranormais acontecimentos presenciados pela família Torrance, enquanto estão isolados no Overlook Hotel, lugar que já presenciou diversos casos de paranormalidade e assassinatos. Optando por dividir a história em capítulos, Kubrick constrói uma tensão e expectativa inimaginável. Sabendo que todos os componentes de um filme devem...

Ler Mais

Orfeu Negro

Por Breno Bringel Pouca gente se lembra, mas o Brasil já ganhou “por tabela” um Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Em 1959, a coprodução Brasil/França/Itália intitulada Orfeu Negro – Orfeu do Carnaval, dirigida pelo francês Marcel Camus, foi agraciada com o tão almejado prêmio. O filme que, na época, ganhou também o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro e a Palma de Ouro no Festival de Cannes, adapta a peça “Orfeu da Conceição” de Vinícius de Moraes para a tela grande que, por sua vez, adapta o mito grego do amor não concretizado de Orfeu e Eurídice. Desse...

Ler Mais

A Um Passo do Estrelato

Por Breno Bringel Sucesso no Festival de Sundance e indicado ao Oscar este ano, A Um Passo do Estrelato explora os obstáculos da carreira musical de um grupo de cantores de apoio (ou backing vocals), além de narrar histórias sobre um dos mais importantes períodos da música norte-americana, e por que não mundial, as décadas de 1960 e 1970. Intercalando, por meio de uma montagem eficiente, entrevistas recentes com arquivos de época, o diretor Morgan Neville constrói um verdadeiro mosaico histórico, ao entrevistar tanto backing vocals bastante conhecidas no meio musical, como Darlene Love (considerada a grande precursora e...

Ler Mais