Author: cleiton-lopes

Sobre

Cleiton Lopes

Formado em Cinema e Audiovisual, segue a vida escrevendo críticas de cinema, colecionando discos de vinil e, vez ou outra, algumas crônicas. Sonha conhecer David Fincher pessoalmente e completar sua coleção de Belchior

[Trailer da Semana]: Todo o Dinheiro do Mundo

O diretor Ridley Scott já percorreu os mais diferentes gêneros cinematográficos possíveis. De épicos como Gladiador (2000), ficções científicas como Blade Runner, o Caçador de Andróides (1982), Perdido em Marte (2015) e Alien – O Oitavo Passageiro (1979) e até uma pegada feminista em Thelma & Louise (1991). Nesse meio, ele deu algumas “escorregadas” por aí e fez filmes que deixaram a desejar ou dividiram público e crítica. Agora, Scott aposta no filme de sequestro baseado em fatos reais (seria isso um gênero?) Todo o Dinheiro do Mundo (2018). O filme conta a história do sequestro de John Paul Getty III (Charlie Plummer)...

Ler Mais

Esqueceram de Mim – Um filme para o natal em família, sem a família

Quando criança, não existia internet, nem DVD e meu pai não tinha grana para nos comprar um vídeo cassete. Mesmo assim, meu gosto por filmes começou ali. Minha fonte era principalmente a Sessão da Tarde com filmes de cachorros perdidos e dramas protagonizados por crianças. Era tão viciado que já sabia a época em que os filmes passavam. Um dos que mais gostava de ver era A Cura (1995) que conta a história de um menino que sofre bullying por ser portador do vírus da Aids e consegue um amigo que o protege (sim, eu gostava de uns filmes dramáticos...

Ler Mais

[Trailer da Semana]: You Were Never Really Here

Costumo a dizer que os gêneros de filmes mais difíceis de encontrar algo bom, são a comédia e o suspense (esse último, meu gênero favorito). O primeiro, por que grande parte tem foco em piadas apelativas focadas em sexo e bullying. O segundo, por acabar “escorregando” para o gênero terror, focando em mortes gratuitas. Um bom suspense, ao menos para mim, é aquele que temos mais a construção de uma atmosfera de medo do que vem a acontecer, ao invés do foco propriamente nas cenas de assassinato. Quando elas surgem, são apenas em momentos pontuais, muitas vezes para mostrar...

Ler Mais

[Trailer da Semana]: Maria Madalena

Comecei a prestar atenção em Rooney Mara quando ela encarnou a namorada do criador do Facebook, Erica Albright, em A Rede Social (2010). Depois, na sua seguinte participação em uma produção de David Fincher – Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres (2011) –  ela deu vida a hacker rebelde, Lisbeth Salander. Ai não teve mais escapatória. Sempre ficava atento quando ela surgia, mesmo que em algumas pontinhas como a de Ela (2013), de Spike Jonze. Moça bonita e talentosa. Agora, a atriz encara uma “aventura” um pouco diferente das anteriores. Em Maria Madalena (2018), interpreta uma das personagens mais polêmicas das...

Ler Mais

O percurso do medo em 15 planos de Man of War, do Radiohead

Em 2017, o famoso disco da banda inglesa Radiohead, OK Computer completou 20 anos. Para comemorar, o grupo lançou uma edição especial do CD chamada OKNOTOK com uma porção de músicas novas  e ainda videoclipes dessas. Uma delas foi Man of War, música que a banda já tocava nos shows a um tempo, mas só agora foi lançada oficialmente com gravação de estúdio e um clipe lindão que iremos analisar a seguir. O clipe conta a história de um homem comum tentando sobreviver a uma perseguição que aqui, vejo duas possíveis interpretações. A primeira, digamos mais “patológica”, a de um...

Ler Mais