Author: eduardo-ferrarini

Sobre

Eduardo Ferrarini

Formado em Cinema e um amante dessa arte. Aspirante a cineasta. Apreciador de música, livros, séries, pinturas, video-games, quadrinhos, da vida e das pessoas que a cercam.

“Contra as fake news”: começa o 24º Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade

Na noite de quarta-feira (dia 03) aconteceu a abertura do 24º Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade, no Auditório Ibirapuera. O festival trará, ao todo, 66 títulos em 5 mostras competitivas (quatro delas como disputas classificatórias para o Oscar), entre eles 22 estreias mundiais. O festival se empenha em trazer o que há de melhor do cinema não-ficcional, tanto internacional quanto nacional. A abertura foi feita por Amir Labaki, presidente e fundador do É Tudo Verdade, que agradeceu a todos os incentivos culturais e patrocinadores que auxiliaram na realização do evento.  Subindo ao palco também Eduardo Saron, diretor...

Ler Mais

Cinépolis e Pandora Filmes se unem para exibir filmes independentes quinzenalmente

A partir do dia 04 de abril, quinta-feira, começará o projeto denominado Caixa de Pandora, resultado da união da rede de cinemas Cinépolis e da distribuidora Pandora Filmes. A proposta do projeto é trazer um “conteúdo audiovisual culturalmente diversificado” para uma rede grande de cinema. Serão, ao todo, 25 salas em 16 estados onde as sessões devem ocorrer. Os longas que compõem a programação são de curadoria da Pandora Filmes, que valoriza produções independentes e de circuito alternativo. Entre eles, ganhadores de festivais (como é o caso de O Mau Exemplo de Cameron Post, vencedor do Festival de Sundance) e...

Ler Mais

No Portal da Eternidade

É provável que seja do consentimento geral que Vincent van Gogh é um dos pintores mais conhecido de todos. Tendo uma história de vida que é quase sempre presente no inconsciente das pessoas, o artista  holandês que cortou a orelha e só teve reconhecimento de seu talento após sua morte pode muito bem ter sido responsável por fomentar o estigma do “artista que sofre pela arte”, dada sua trágica biografia. Não à toa, sua história de vida serviu para inúmeros filmes e projetos. Em um intervalo de apenas um ano tivemos a razoável animação Com Amor, Van Gogh, que...

Ler Mais

Creed II

Foi em 1976, com Rocky: Um Lutador, que o mundo conheceu o destemido, abobalhado, mas de coração grande, Rocky Balboa, personagem mais icônico da carreira de Sylvester Stallone. 43 anos se passaram, foram mais cinco filmes protagonizados por Rocky (numa série bastante irregular, diga-se de passagem) para que o universo de Balboa tivesse seu protagonismo transferido para Adonis Creed, filho do oponente e posteriormente amigo de Rocky, Apollo. O que poderia ser mais uma tentativa de faturar na série, Creed surpreendeu por trazer um fôlego para a série que parecia desgastada, numa história emocionante e empolgante na mesma medida e que alavancou a carreira do diretor Ryan Coogler (Pantera...

Ler Mais