Autor: Juliana Mangorra

Sobre

Juliana Mangorra

Jornalista e atriz apaixonada por teatro e cinema. Adora os clássicos, como as comédias de Chaplin e Film Noir, mas não dispensa as novidades da sétima arte. Fã de Audrey Hepburn, Almodóvar, Selton Mello, Tim Burton e Hitchcock.

Lion – Uma Jornada Para Casa

Por Juliana Mangorra Um garoto indiano se perde de seu irmão aos cinco anos de idade e é adotado por um casal australiano. Vinte anos depois, ele resolve procurar sua família biológica através do Google Earth. Parece roteiro feito para o cinema, mas a história é real. Dirigido por Garth Davis, Lion – Uma Jornada Para Casa é baseado na autobiografia A Long Way Home. A emocionante trajetória de Sheru Brierley aborda a infância de mais de 80 mil crianças que desaparecem por ano na Índia e a dificuldade de encontrar seus familiares sem referência nenhuma. Saroo (Sunny Pawar)...

Ler Mais

Um Homem Chamado Ove

Por Juliana Mangorra A necessidade do ser humano de pertencer a um grupo, de amar e ser amado. Com roteiro e direção de Hannes Holm, Um Homem Chamado Ove trata da humanidade e das emoções do protagonista. Baseado no best seller homônimo de Fredrik Backman, o filme gira em torno da trajetória de um homem de 59 anos que, após diversos acontecimentos, perdeu a vontade de viver e mostra como a ajuda de amigos é essencial para recuperá-la. Ove (Rolf Lassgård) é um senhor rabugento e solitário, que todo dia circula seu condomínio para fazer prevalecer as regras do...

Ler Mais

La La Land – Cantando Estações

Por Juliana Mangorra Um musical sobre sonhadores. Essa é uma das definições para o aclamado La La Land, que fala do romance de Mia (Emma Stone) e Sebastian (Ryan Gosling) e como um ajuda ao outro a realizar o seu sonho. Escrito e dirigido por Damien Chazelle (Whiplash – Em Busca da Perfeição), o filme é uma viagem à “Era de Ouro” dos musicais de Hollywood reproduzida nos dias de hoje. Sebastian é um pianista que chega a Los Angeles com o desejo de abrir um clube de Jazz. Ele quer preservar esse ritmo pelo qual é apaixonado e...

Ler Mais

Filme Noir

Por Juliana Mangorra Como definir o cinema Noir? Pelo conteúdo ou pela estética? Roteiros complexos com finais indefinidos, uso de flashbacks, sobreposições narrativas, efeitos visuais e de iluminação chiaroscuro, cenários noturnos, presença de personagens arquetípicos – como a femme fatale e o detetive. Os diálogos breves e sarcásticos eram inspirados em folhetins baratos e romances policiais dos Estados Unidos – O próprio nome fazia alusão a uma publicação desse tipo chamada Série noire. O termo “Film Noir” foi dado por críticos franceses, ao perceberem que os filmes americanos exibidos na França após a ocupação alemã durante a Segunda Guerra Mundial...

Ler Mais

Nova edição do livro “O Estranho Mundo de Tim Burton” estará nas livrarias em abril

Da redação Esta é uma boa notícia para quem gosta de Tim Burton. Um dos títulos mais pedidos da editora Leya será relançado agora em abril: “O Estranho Mundo de Tim Burton”. O livro escrito por Paul A. Wood traz toda a excentricidade de um dos maiores diretores do cinema com detalhes de seu trabalho e sua vida. Suas obras, marcadas por seu estilo característico, estarão reunidas novamente com textos e entrevistas sobre (e com) Burton. Os filmes, que conquistaram fãs no mundo todo, também são descritos com detalhes no almanaque, como foram recebidos pelo público e pela crítica, além de toda...

Ler Mais
  • 1
  • 2