Author: katia-kreutz

Sobre

Katia Kreutz

Formada em jornalismo pela USJT e técnica em direção cinematográfica pela Academia Internacional de Cinema, é cineasta e jornalista freelancer, gestora de mídias sociais do site americano The Playlist e redatora do Cinemascope.

Submersão

Exceto pelos documentários Pina (2011) e O Sal da Terra (2014), há algum tempo Wim Wenders não faz um filme aclamado pela crítica, ou mesmo um sucesso comercial. Sua nova tentativa no gênero romance, Submersão (Submergence), segue uma linha que passa bem longe da genialidade de seus clássicos – que incluem Asas do Desejo, Paris Texas e Buena Vista Social Club, para citar apenas alguns. O longa, estrelado por Alicia Vikander e James McAvoy, conta a breve história de amor entre Danielle e James. Ela é uma matemática que estuda a vida em uma camada profunda do oceano, ele...

Ler Mais

O Dia Depois

Por Katia Kreutz Para os olhos ocidentais, o cinema asiático tem algo de estranho, até mesmo exótico. São costumes e comportamentos diferentes do que estamos acostumados, muitas vezes retratados de maneira que consideramos excêntrica. O Dia Depois (Geu-hu) é um daqueles filmes que consegue manter essa atmosfera desconhecida e inesperada, mas contando uma história com temas universais, com os quais qualquer pessoa pode se identificar. O longa gira em torno de Bongwan (Kwon Hae-hyo), um homem de meia-idade que é dono de uma pequena editora em Seul. Logo na primeira cena, ele é confrontado por sua esposa (Cho Yun-hee),...

Ler Mais

The Breadwinner

“Somos uma terra cujo povo é seu maior tesouro. Estamos na borda de impérios que lutam uns contra os outros.” Essas palavras, proferidas por um dos personagens da animação The Breadwinner (em tradução literal, “a pessoa que sustenta uma casa”), define bem os problemas enfrentados pela sofrida população do Afeganistão, desde que o país entrou em guerra. O filme, inspirado no livro infantil da canadense Deborah Ellis, com direção de Nora Twomey e produção executiva de Angelina Jolie, foi indicado ao Oscar de melhor longa animado este ano. A autora viajou ao Paquistão nos anos 1990, período em que...

Ler Mais

A Grande Jogada

Hollywood tem uma quedinha por anti-heróis. Principalmente aqueles que ficam milionários e depois rendem boas histórias inspiradas em fatos reais. Nesse contexto, a protagonista de A Grande Jogada (Molly’s Game) é quase uma versão feminina de O Lobo de Wall Street (The Wolf of Wall Street), mas trocando a bolsa de valores por jogos de pôquer. Molly Bloom (interpretada pela sempre ótima Jessica Chastain) foi uma garota que cresceu com a pressão de ser a melhor, tanto nos estudos quanto no esporte. Assim como a protagonista de Eu, Tonya (I, Tonya), que vivia sob o olhar duro e rigoroso...

Ler Mais

Pantera Negra

A Marvel perdeu a “corrida” no lançamento do primeiro longa protagonizado por uma super-heroína (Mulher Maravilha, da DC, foi o pioneiro), mas o estúdio entra em 2018 com uma aguardada nova franquia, tendo como protagonista um super-herói negro. A história de Pantera Negra (Black Panther) se passa logo após os eventos de Capitão América: Guerra Civil (Captain America: Civil War). Com a morte de seu pai, T’Challa (Chadwick Boseman) retorna à sua terra natal, Wakanda, para se tornar rei. O país africano possui tecnologias extremamente avançadas e uma reserva preciosíssima de vibranium – metal de origem alienígena, com poderes...

Ler Mais