Autor: Rafael Ferreira

Sobre

Rafael Ferreira

Nascido no interior de Goiás, criado assistindo desenhos animados e filmes de terror. Formado em Publicidade e Propaganda, divide sua paixão por cinema com a música, e a arte da animação.

Peur(s) Du Noir

Por Rafael Ferreira O público médio está acostumado com a animação voltada para crianças, eu não o culpo, afinal essas são as animações que chegam aos cinemas comerciais no Brasil, mas o que não chega aos cinemas pode ser mais interessante, uma corrente disso são as animações de horror. Sim, isso existe, com alguns representantes bem conhecidos do grande público,  como A Casa Monstro (2006), Coraline (2009), e Paranorman (2012), Over The Garden Wall (2013) que eu vejo como uma forma de introdução ao mundo do horror para os pequenos, enquanto existem outros mais intensos, e que passam longe...

Ler Mais

A Casa das Almas Perdidas

Por Rafael Ferreira O que está acontecendo com as crianças de hoje? Nenhuma delas gosta de filmes de terror? Preferem Carros, Frozen* e Alvin e os Esquilos!? Quando criança, meus filmes favoritos eram Brinquedo Assassino, Cemitério Maldito, Sexta-Feira 13, A Árvore Da Maldição, O Exorcista, A Mosca, O Predador, e por aí vai… Ah, detalhe: quando criança, eu morava numa casa assombrada. 😮 Minha mãe conta algumas coisas que aconteciam na casa em que morávamos na época em que eu nasci: vultos, panelas sendo jogadas, barulho do chuveiro ligado, mas quando ia lá para fechar, estava tudo seco; e...

Ler Mais

Roar

Por Rafael Franco Em cartaz no cinema – na época em que escrevo – está Quatro Vidas de um Cachorro (2017), que teve um marketing negativo, pois vazaram imagens de maus tratos a animais. Não é de hoje a controvérsia sobre a segurança dos animais nas telonas, existem muitas mentiras por trás de “nenhum animal foi ferido durante as filmagens”. Agora, e quando acontece o oposto? Como reagir quando os animais praticam maus tratos aos humanos durante um filme? Acredite ou não, este caso existe, trata-se de um filme chamado Roar (1981), e… acredite ou não, o marketing do...

Ler Mais

Alien: O Oitavo Passageiro

Por Rafael Ferreira “No espaço, ninguém pode ouvi-lo gritar.” Aqui sim, e um filme que o fará gritar, ou no mínimo tremer nas bases, é Alien: O Oitavo Passageiro (1979), dirigido por Ridley Scott, responsável pela consolidação do subgênero de horror espacial. Pegando carona com 2001: Uma Odisséia No Espaço (1968), várias aventuras espaciais chegaram às salas de cinema, tal como Star Wars e Contatos Imediatos Do Terceiro Grau, ambas de 1977, enquanto estas evocavam a beleza, a excitação, e acolhimento, Alien se baseava no lado misterioso, assustador e perigoso das viagens interestelares. O perigo não vinha de uma...

Ler Mais

A Bruxa de Blair e A Bruxa de Blair 2 – O Livro das Sombras

Por Rafael Ferreira Quando o assunto é filmes de terror recentes, um nome não pode faltar na conversa: A Bruxa de Blair (1999). Responsável por popularizar o subgênero “found footage” – uma espécie de falso documentário onde os protagonistas filmam/são filmados enquanto testemunham acontecimentos surpreendentes, por vezes sobrenaturais. Não é spoiler dizer que nesses filmes os personagens morrem e deixam apenas as filmagens como “prova” do que aconteceu, pois todos os filmes são assim, uma característica que desmotiva a assistir outros filmes do subgênero como Atividade Paranormal (2007), que já até perdi as contas de quantos são. Pessoalmente, quando...

Ler Mais