Home / Colunas / #5+1 / Influências do cinema no rock
Cinemascope - Rock no cinema

Influências do cinema no rock

Por Rafael Ferreira

Não é de hoje que o cinema e o rock caminham juntos, lembramos de ótimos filmes em que este gênero musical tem grande importância no enredo ou de grandes astros do rock que já brilharam na grande tela, mas como funciona esta engrenagem ao inverso? Como o cinema influencia o rock?

Quem responde a esta pergunta é minha querida ídola, Melissa Ferlaak, cantora soprano ex-vocalista das bandas Visions of Atlantis, Aesma Daeva, Echoterra, Plague of Stars, e MY Eternel, e uma das fundadoras do projeto Eve’s Apple, que foi muito gentil em nos responder com exclusividade. Os filmes citados não estão em ordem de preferência.

1. 1984 (tanto o livro quanto o filme) foram extremamente inspiradores para Aesma Daeva… muitas das nossas canções foram inspiradas pelos conceitos e de fato, John (John Prassas, guitarra e composição da Aesma Daeva) ainda está no processo de escrever uma peça operática sobre 1984. Os temas do trabalho continuaram a me influenciar desde que eu estava na Aesma Daeva, até meu projeto atual, Plague of Stars. Ao lado de 1984 seria O Declínio de uma Espécie (The Handmaid’s Tale)… outro livro distópico que se tornou um filme que sacudiu e abriu o meu mundo e me influenciou a olhar mais na distopia e nas obras temáticas da conspiração.

Cinemascope - Rock no cinema 1

2. Equilibrium: Este filme também lida com conceitos de uma sociedade futurística e inspirou uma canção chamada “Sense Control” do álbum que está por vir da Plague of Stars, “When Morning Came.”

Cinemascope - Rock no cinema 2

3. O Exorcista (The Exorcist): VoA VoXyD (da banda Ad Inferna) e eu trabalhamos na criação de uma opera baseada em temas de possessão, especificamente das possessões do convento de Aix em Provence nos anos 1600. Foi também uma inspiração pra o álbum mais recente do VoA da Ad Inferna em que eu cantei: “Opus 7: Elevation.”

Cinemascope - Rock no cinema 3

4. A Outra Terra (Another Earth): Quando eu vi este filme, ele me surpreendeu completamente. Não é um filme muito conhecido infelizmente, mas deveria ser. As dúvidas que ele te deixa no final são inteiramente profundas. Eu diria que este filme me inspira em geral.

Cinemascope - Rock no cinema 4

5. The Doors: Jim Morrison tem sido uma grande inspiração para mim desde que eu era criança. Eu não posso dizer quantas vezes eu assisti a este filme porque Val Kilmer fez um trabalho incrível capturando-o como um personagem que é como se eu estivesse assistindo o Jim vivo, hoje. Em fato, com o meu projeto MY Eternel, fizemos um cover de “Crystal Ship” do The Doors numa maneira atmosférica porque nós amamos o Sr. Morrison com tamanha paixão.

Cinemascope - Rock no cinema 5

6. Gypsy 83: Outro filme não muito conhecido, mas um que eu fiquei obcecada enquanto estava na estrada com a Visions of Atlantis. Eu não sei se ele me inspirou muito, mas era um filme gótico para se sentir bem, então era ótimo para descontrair depois de um longo concerto.

Cinemascope - Rock no cinema 6

Sobre Rafael

Nascido no interior de Goiás, criado assistindo desenhos animados e filmes de terror. Formado em Publicidade e Propaganda, divide sua paixão por cinema com a música, e a arte da animação.
Comentários