Home / Colunas / A Pequena Órfã
Cinemascope-A-pequena-órfã (2)

A Pequena Órfã

Por Domitila Gonzalez

E no post da Rosebud de hoje, a fofura mais fofa de toda a história do cinema! Shirley Temple nasceu em 1928 e começou suaCinemascope-A-pequena-órfã (3) carreira artística com apenas 3 anos de idade. Com 8 anos, estrelou o filme A Pequena Órfã, que não foi seu primeiro grande sucesso no cinema, mas mais uma mostra de seu talento e carisma nas telonas.

O enredo é bem água com açúcar. Veja só: Elizabeth é uma menina fofa que adora cantar, mas é punida por isso. Ela vive num orfanato com seu pônei e seu pato de estimação. Um belo dia, os grandes doadores do orfanato visitam o casarão e ela é adotada, junto com sua irmã que trabalha na cozinha, por um figura cheio da grana que adora música.

O figurão acaba se apaixonando pela sua irmã mais velha e a família vive feliz para sempre. Viu? Não tem grandes conflitos, não tem um roteiro incrível, mas tem música, dança e uma esperança de uma vida melhor. Uma história gracinha, de fácil entendimento e final feliz pra dar um “up” na vida do pessoal dos States durante Grande Depressão.

E tudo isso antes de Chiquititas, Matilda, Mary Poppins e Nanny McPhee!

Shirley Temple é mesmo um show à parte. O número dela na festa beneficente é uma das melhores coisas do filme, também recheado de bordões proferidos pela mocinha que ganhou um “baby Oscar” por sua contribuição ao cinema quando tinha apenas 6 anos!

Em fevereiro deste ano, Shirley morreu em casa, conta seu site oficial, ainda cheio de homenagens à atriz.

A Pequena Órfã foi dirigido por Irving Cummings e estreou em preto em branco no ano de 1935, sendo restaurado e colorizado no ano de 2004.

Você não sabia que…

– A mãe de Shirley Temple era quem constantemente a ensaiava, no estúdio e em casa, para os papéis. Ela dizia à menina como deveria falar e se comportar, durante os números musicais e cenas a serem filmadas.

– Quando foi lançado, em 1935, o filme foi proibido na Suíça e na Itália, porque o comportamento de Elizabeth foi considerado um mau exemplo para as crianças.

– Shirley Temple quase foi Dorothy, de O Mágico de Oz, mas na época a Fox se recusou a emprestá-la para a MGM, fazendo com que Judy Garland fosse contratada para o papel.

Veja o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=B0kEPHoE2b8

Sobre Domitila

Domitila Gonzalez é atriz e jornalista e dedica seu tempo livre a seus diretores favoritos. Adora clássicos, é fã incondicional de preto-e-branco, mas não abre mão das cores de Almodóvar.
Comentários