Home / Colunas / Extras / #HappyBday Natalie Portman
Vharro Dior Natalie Portman Miss Dior

#HappyBday Natalie Portman

Por Magno Martins

Hoje, 9 de junho de 2012, Natalie Portman completa seus 31 anos. Sua carreira no cinema a cada dia ganha mais visibilidade; os diversos e complexos papéis interpretados por ela renderam reconhecimento em premiações como  Globos de Ouro (Melhor atriz Coadjuvante  em Closer – Perto Demais e Melhor Atriz em Filme Dramático em Cisne Negro) e no Oscar de Melhor Atriz (Cisne Negro).

Natalie Hershlag (Portman é sobrenome de solteira de sua avó) nasceu em Jerusalém, filha única da americana Shelley Stevens (agente de Natalie atualmente) e do israelense Avner Hershlag, um médico especialista em fertilidade e ginecologista. Aos três anos de idade, sua família emigrou para os EUA, residindo primeiramente no estado de Washington D.C. Em 1988, mudaram-se para Connecticut e posteriormente se estabeleceram de vez em Long Island, New York, em 1990. Mesmo morando desde pequena em terras americanas, Natalie nunca deixou suas raízes de lado declarando: “realmente amo os Estados Unidos, mas o meu coração está em Jerusalem. É onde eu me sinto em casa”.

Além de praticar balé desde dos 4 anos de idade, Natalie é vegetariana desde os oito e , posteriormente, aderiu ao veganismo (filosofia de vida motivada por convicções éticas com base nos direitos animais, que procura evitar exploração ou abuso destes, através do boicote a atividades e produtos considerados especistas). Uma de suas maiores prioridades sempre foi os estudos; revelando um QI bastante acima de média. Ainda no Ensino Médio, Natalie foi coautora de uma pesquisa dos cientistas Ian Hurley e Jonathan Woodward intitulada “Um método simples para demonstrar a produção enzimática de hidrogênio a partir de açúcar”, que a levou a semifinal do concurso Intel Science Talent Search.

Natalie formou-se em Piscologia na renomada Universidade de Harvard, em 2003, e fez pós-graduação na Universidade Hebraica de Jerusalém, em 2004. No seu período em Havard Natalie foi assistente de pesquisa na área de psicologia, contribuindo com a pesquisa “Ativação do lobo frontal durante a permanência de objeto”. Mesmo em ambiente acadêmico, suas raízes judaicas nunca foram esquecidas, onde escreveu uma carta para o Jornal Harvard Crimson questionando um ensaio crítico das ações de Israel contra a Palestina.

Com suas contribuições em pesquisas científicas, Natalie Portman foi inserida em um seleto grupo de atores com um “número finito Erdõs-Bacon”, um conceito que reflete sobre o “fenômeno do mundo pequeno” na academia e no entretenimento por medir a “distância colaborativa” entre essa pessoa e o matemático hungaro Paul Erdõs. Ao ser questionada pelos seus estudos influenciarem em sua carreira, Natalie é implacável, “Eu prefiro ser inteligente do que uma estrela de cinema”. Além de tudo isso, Natalie fala fluentemente francês, japonês, alemão e árabe.

Natalie sempre chamou a atenção, desde pequena, por sua beleza. Aos 10 anos, uma agência de modelos infantis a chamou para trabalhar, porém, ela recusou a oferta, pois o seu objetivo era a arte cênica. Só aos 13 anos que ela apareceu nas telas de cinema, no filme O Profissional, do diretor Luc Besson (Joana D’arc, Quinto Elemento, As Múmias do Faraó), no papel de Mathilda. Após o lançamento de seu primeiro filme, atuou no curta-metragem Developing, que foi ao ar na televisão.

Confira o trailer do filme O Profissional:

[youtube]ns4vh_xAn98[/youtube]

Depois do ótimo desempenho nessas produções, Natalie não parou mais. Atuou no filme Todos Dizem Eu Te Amo (Woody Allen), Marte Ataca! (Tim Burton), Coração de Fogo I (Michael Mann) e Em Qualquer Outro Lugar (Wayne Wang), onde foi indicada pela primeira vez ao Globo de Ouro na categoria Melhor Atriz Coadjuvante, no papel de Ann August. Quando soube que haveria uma cena de sexo de sua personagem no filme Em Qualquer Outro Lugar, Natalie recusou o papel. Diante disto, o diretor Wayne Wang e a atriz Susan Sarandon exigiram uma reescrita do roteiro. Depois de apresentada ao novo roteiro, continuou na produção. Ela também foi cotada para fazer o papel de Julieta, na adaptação de Romeu e Julieta, por Baz Luhrmann. Mas, infelizmente, ela foi impedida pelos produtores do filme, por parecer jovem demais para o papel. Depois disso, Natalie aceitou um novo desafio ao interpretar Anne Frank, na adaptação da Broadway, O Diário de Anne Frank.

Confira o trailer do filme Todos Dizem Eu Te Amo:

[youtube]30oncgBKTi4[/youtube]

Seu trabalho começou a ganhar maior notoriedade quando interpretou a princesa Padmé Amidala em Star Wars Episódio I: Ameaça Fantasma (1999) na trilogia de George Lucas. Sempre focada em seus estudos, Natalie não compareceu na premiére do seu primeiro filme “Star Wars”, focando sua atenção nos exames finais do ensino médio. Antes de mudar-se para Havard, protagonizou o filme Onde Mora o Coração, no papel de Novalee Nation, uma mãe solteira adolescente. Para conciliar melhor seus compromissos acadêmicos, Portman recusou diversos papéis principais em outros filmes, gravando apenas Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones, que estreeou em 2002, nas férias de sua universidade. Nesse meio tempo, aceitou alguns papéis, como na peça A Gaivota de Chekhov (Mike Nichols), interpretando a  personagem Nina ao lado de Meryl Streep, Kevin Kline e Philip Seymour Hoffman. Também fez uma ponta na comédia Zoolander (2001) e um pequeno papel em Cold Mountain, ao lado de Jude Law e Nicole Kidman.

Confira o trailer do filme Onde Mora o Coração:

[youtube]HbzcodGsaRs[/youtube]

No ano de XXXNatalie fez o papel de Samantha no filme Hora de Voltar. Mas foi em Closer – Perto Demais (2004) que se destacou interpretanto Alice Ayres, uma stripper americana que se envolve em um quarteto amoroso, interpretado por Jude Law, Clive Owen e Julia Roberts. O longa rendeu à Portman o Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante e uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.

Confira nosso podcast sobre  “Closer – Perto Demais”.

Em 2005, o último filme Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith foi a melhor bilheteria do ano e nomeado como Melhor Filme no People’s Choice Awards daquele ano. Confira o trailer:

[youtube]j7-8k0UEPpA[/youtube]

Em 2006, Natalie participou do programa Saturday Night Live, interpretando uma rapper, que descrevia de forma cômica, como era conciliar os estudos e sua carreira de atriz. Tudo não passou de uma grande atuação, mas para os fãs é um momento interessante, por mostrar a atriz numa situação atípica. Veja abaixo:

[youtube]MksKaihrCag[/youtube]

Posteriormente, Natalie atuou no filme V de Vingança, tendo que raspar a cabeça para interpretar sua personagem, Evey Hammond. Participou de diversos outros filmes, entre eles, Paris, je t’aime, Sombras de Goya, A Loja Mágica de Brinquedos, Um Beijo Roubado, A Outra e Entre Irmãos. Em 2008, estreou na direção em: Eve (que estreeou no Festival de Veneza) e Nova York, Eu Te Amo, no qual também atuou.

Confira o trailer do curta-metragem Nova York, Eu Te Amo:

[youtube]jmNzHrMRUi4[/youtube]

O ano de 2010, certamente foi um ano muito produtivo para Natalie Portman, sobretudo por protagonizar um dos filmes que mais de destacou no ano, Cisne Negro. O drama, que gira em torno de sua personagem, a bailarina Nina Sayners, vai a  fundo na obsessão de Nina por conseguir o papel do Cisne Negro na temporada de O Lago dos Cisnes.

Porém, ela se depara com uma concorrente, a bailarina Lily (Mila Kunis). O Lago dos Cisnes requer uma bailarina capaz de interpretar tanto o Cisne Branco, com inocência e graça, quanto o Cisne Negro, que representa malícia e sensualidade. Lily se encaixa perfeitamente no papel do Cisne Negro, porém Nina é a própria personificação do Cisne Branco. As duas desenvolvem uma amizade conflituosa, repleta de rivalidade, e Nina começa a entrar em contato com seu lado mais sombrio, o que acaba por afetar o seu equlíbrio psicológico.

Cisne Negro foi um grande sucesso em 2010, com diversos prêmios ganhos. Natalie Portman como Melhor Atriz (Oscar, Globo de Ouro, SAG Awards, BAFTA, Independent Spirit Awards, Teen Choice Awards, Scream Awards), além dos diversos outros que a produção do filme ganhou durante o ano. Depois do estrondoso sucesso, Natalie fez Thor, Sexo Sem Compromisso, Your Highness, além dos dramas The Other Woman e Hesher. No final de 2010, Portman anunciou que estava grávida e noiva do coreógrafo francês Benjamin Millepied, com quem trabalhou em Cisne Negro e que namorava desde 2009. No dia 7 de Junho de 2011, Portman deu à luz a seu primeiro filho, Aleph Hershlag-Millepied. No início de 2012, foi confirmado que os dois haviam se casado em uma discreta cerimônia, ressaltando que manteriam sua vida pessoal longe dos holofotes hollywoodianos.

 

 

A atriz já voltou a trabalhar e aparecerá nas telas de cinema em breve. Além de estar em processo de adaptação do livro Comer Animais, de Jonathan Safran Foer, para o cinema, ela está cotada para a produção do filme faroeste Jane Got a Gun e já está gravando o filme Knight of Cups dirigido por Terrence Malick (A Árvore da Vida). Além disso, na sua lista de projetos estão Thor 2 e Lawless.

Sua participação no Saturday Night Live fez tanto sucesso que ela foi chamada novamente para participar do vídeo em comemoração de 100º programa, dessa vez interpretando o papel de uma mãe-celebridade-louca.

 

 

 

Veja o vídeo abaixo:

[youtube]HxTXAZ00M4o&feature=related[/youtube]

 

Sobre Magno

Mineiro, Planner Digital e colaborador do Cinemascope para levar o melhor conteúdo para você!
Comentários