Home / Colunas / Oompa-Loompa / História de um Urso
História de um Urso

História de um Urso

Por Felipe Mendes

Tempos autoritários deixam rastros de dor e ódio naqueles que sofrem diretamente tamanha afronta aos direitos morais da população. Essas épocas nefastas desbotam paisagens, separam famílias e dilaceram sonhos de diversas gerações. Embora com o passar dos anos a memória dos envolvidos deseja-se falhar, a amargura e o rancor perduram intrínsecos na nação. Sentimentos assim serviram de base para o diretor Gabriel Osorio na criação de História de um Urso (Bear Story / Historia de un Oso), curta-metragem que utiliza metáforas para realçar a separação familiar durante a ditadura chilena. A obra surpreendeu ao desbancar Os Heróis de Sanjay (Sanjay’s Super Team), produção do pomposo estúdio Pixar, e ser consagrado como melhor curta de animação no Oscar 2016.

A trama é inspirada na trajetória de Leopoldo Osorio, avô do diretor, preso e exilado durante o governo ditatorial de Augusto Pinochet. Assim como a história do cineasta, a obra representa um sentimento universal presente nas famílias daquela época; um reflexo da impotência do povo ante um poder inescrupuloso. A nostalgia dos tempos obscuros dita o tom das cores do curta. Detalhes preciosos encontrados na construção dos cenários refletem aspectos da época, e denotam o excelente trabalho da direção de arte exercida por Antonia Herrera. A estética criada através de tons sépia é a principal responsável pela sensação de viagem ao passado. O universo proposto mescla animações através de técnicas com carvão e tinta a óleo, além da criação de bonecos de massinhas que serviram de apoio ao projeto tridimensional.

Em formato de fábula, a obra retrata a história de um pai urso que trabalha assiduamente na manutenção dos micro bonecos que compõem um diorama sobre os momentos de tensão, solidão e menosprezo vivenciados por ele durante a ditadura. Nos acanhados cômodos da casa ainda restam marcas dos tempos em que a felicidade era compartilhada em família. Depois de flashes em cada brinquedo, em cada retrato, o urso prepara o café da manhã, organiza a ferramenta de trabalho, veste sua boina e parte de bicicleta para o centro comercial da cidade. Próximo ao Bazar La Estrella, encontra o primeiro cliente do dia. Ansioso pelo desenrolar da história no diorama, o menino acompanha os percalços do personagem: da felicidade aos momentos em que autoridades invadem casas e capturam animais para trabalharem em circos. Apesar da breve duração, o curta transmite mensagens de luta e resistência através de imagens poderosas, que permanecerão na retina do espectador por bastante tempo.

Assista ao trailer:

 

Sobre Felipe Mendes

Carrega consigo a bonança do sertão nordestino e a loucura da metrópole paulistana. Gosta de acreditar que a felicidade é questão de querer. Admirador declarado das obras de Krzysztof Kieslowski e devoto dos iranianos Jafar Panahi e Majid Majidi. Imagina que o cinema representa a arte de apaixonar-se em movimento, 24 vezes por segundo. Prefere aqueles que se arriscam, que se emocionam, seja por amor ou pela dor. Sabe que a trajetória na terra não é como um filme de Frank Capra, mas acredita que o cinema é refúgio e inspiração para a vida.
Comentários