Home / Colunas / Invenção do Amor
maxresdefault

Invenção do Amor

Por Aline Fernanda

O curta-metragem de Andrey Shushkov foi lançado em 2010 com trilha sonora toda de piano, que conta em seus quase 10 minutos como o amor nasce. Invenção do Amor é todo feito com sombras, não conhecemos o rosto do casal que se apaixona, mas ainda sim queremos acompanhar o que vem a seguir. Depois do casamento eles se mudam para uma cidade toda feita de máquinas, o marido que é um inventor fica trabalhando enquanto sua amada vai conhecer seu novo mundo e o que parece é que ela não fica feliz com o que vê. Depois de perder a única coisa viva que ainda a mantinha ligada a sua antiga vida, uma rosa, a moça cai doente.

Até onde as máquinas podem ocupar o lugar de pessoas, animais, até onde podem ocupar o lugar da vida? Invenção do Amor mostra de uma forma triste que nem tudo são flores quando se trata do assunto, que nem tudo pode ser inventado e substituído. O longa faz com que torçamos para que o final seja diferente do que ele está nos mostrando, sua trilha embala todos os minutos que seguem contando a história junto com os personagens.

Confira o curta completo:

Sobre Fernanda

Psicóloga, fotógrafa, paulistana, fã dos clássicos, suspense e animação, tem como ídolos os diretores Alfred Hitchcok e Tim Burton.
Comentários