Home / Críticas / João e Maria – Caçadores de bruxas
João e Maria_1

João e Maria – Caçadores de bruxas

Por Kadu Silva
(Participação especial Ccine10)
Hollywood vem vivendo uma grande crise de criatividade nos últimos anos, e os remakes e continuações estão sendo a salvação financeira dos grandes estúdios, mas outra aposta que vem ganhando bastante espaço ultimamente são as versões originais de contos infantis – já tivemos algumas que pintaram na telona, destaque para o grande sucesso Alice no país das Maravilhas (2010) de Tim Burton (que promete outra superprodução para Pinóquio).
Apesar do fácil apelo pela familiaridade com a história, essas versões em geral não conseguem resultados interessantes e o resultado é sentido na morna bilheteria.Mas João e Maria – Caçadores de Bruxas, surpreendentemente consegue trazer uma versão gótica superdivertida desse clássico conto. O segredo foi não levar tão a serio a versão, o roteiro brinca com as clássicas falas e transforma o longa-metragem em algo bem agradável e que pode agradar em cheio o grande público.Nessa versão acompanhamos os passos de João (Jeremy Renner) e Maria (Gemma Arterton) que após um traumático envolvimento com uma bruxa má, que morava numa casa de doces, crescem e se transformam em famosos caçadores de bruxas. Ao ver muitas de suas crianças sendo raptadas, o prefeito de uma cidadezinha chama a dupla para tentar desvendar os sumiços. Eles só não imaginavam que se tratava da aventura mais complicada até então.O roteiro é simples, mas apesar disso, consegue ser muito bem amarrado e com surpreendentes acontecimentos que surgem durante a narrativa. Ele também acerta no tom de humor e isso talvez seja o grande triunfo do longa que se desenrola com o objetivo único e exclusivamente de entreter a plateia, sem querer ser grande ou relevante, é o típico blockbuster, que soube explorar o potencial da trama conhecida do público.O roteiro ainda consegue desenvolver com grande competência personagens novos, que não fazem parte da história original. Um exemplo disso é o carismático Edward, um ogro que apesar da brutalidade aparente, traz em seus gestos uma delicadeza responsável por conectar diretamente seus atos com o espectador.Não existe por parte dos roteiristas a busca por algo crível, é a pura licença “poética” onde a criatividade mistura elementos diversos e que funcionam. Isso também contribui para deixar o filme ainda mais divertido. Quem um dia imaginou em plena era medieval, armamento pesado ao estilo Rambo? – pois é, isso é pura criatividade!

O diretor Tommy Wirkola cria esse ambiente e dá para narrativa o tempo perfeito, mesclando ótimas cenas de ação de grandes efeitos visuais com flashbacks que são mais dramáticos, para posicionar o público na trama central dos protagonistas, tudo muito bem cadenciado.

Jeremy Renner e Gemma Aterton estão em plena forma e a química da dupla é mais um forte elemento que fazem do filme algo interessante. Jeremy, principalmente, parece estar num parque de diversão e se mostra muito leve no papel e isso talvez possibilitou a ele uma das suas melhores interpretações até hoje.

 

Cinemascope---João-e-Maria---Caçadores-de-Bruxas-PosterJoão e Maria – Caçadores de bruxas (Hansel & Gretel – Witch Hunters)

Ano: 2012

Diretor: Tommy Wircola.

Roteiro: Tommy Wirkola, Dante Harper.

Elenco Principal: Gemma Arterton, Jeremy Renner, Peter Stormare.

Gênero: Aventura.

Nacionalidade: EUA.

 

 

 

Veja o trailer:

Galeria de Fotos:

Por Kadu Silva (Participação especial Ccine10) Hollywood vem vivendo uma grande crise de criatividade nos últimos anos, e os remakes e continuações estão sendo a salvação financeira dos grandes estúdios, mas outra aposta que vem ganhando bastante espaço ultimamente são as versões originais de contos infantis - já tivemos algumas que pintaram na telona, destaque para o grande sucesso Alice no país das Maravilhas (2010) de Tim Burton (que promete outra superprodução para Pinóquio). Apesar do fácil apelo pela familiaridade com a história, essas versões em geral não conseguem resultados interessantes e o resultado é sentido na morna bilheteria.Mas João e…

Avaliação geral

Avaliação geral

4

Sobre Colaborador

Sempre que um post estiver com a autoria Colaborador, quer dizer que ele foi feito por algum de nossos sites, blogs ou redatores parceiros!
Comentários