Home / Notícias / Cineasta Eduardo Coutinho é morto no Rio de Janeiro
Eduardo-Coutinho

Cineasta Eduardo Coutinho é morto no Rio de Janeiro

Da Redação

O cineasta brasileiro, Eduardo Coutinho, 80, foi assassinado a facadas neste domingo (2/2) em sua casa, localizada na Lagoa, zona sul do Rio.  A esposa de Coutinho, Maria das Dores Coutinho, 62, também sofreu ferimentos e segue internada em estado grave no Hospital Miguel Couto. Até o momento, a polícia acredita que o filho do documentarista, Daniel, 41, é o responsável. Segundo relatos de vizinhos, Daniel sofreria de distúrbios mentais e teria surtado, esfaqueando os pais e tentando o suicídio logo em seguida. Daniel também está internado. As investigações serão conduzidas pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Consagrado, Eduardo Coutinho figura entre os maiores documentaristas do país, sendo vencedor do Kikito de Cristal pelo conjunto de sua obra, além de ter sido convidado, em junho do ano passado, a integrar a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo Oscar.

Confira a filmografia do diretor AQUI.

Veja o vídeo que fizemos em debate com o diretor:

Sobre Sttela

Sttela, 22 anos e jornalista. Comecei a gostar de cinema ainda criança, quando ia com o meu avô nas sessões à tarde. Fã de romances com velhinhos, filmes sobre gastronomia e Charles Chaplin.
Comentários