Autor: Colaborador

Sobre

Colaborador

Sempre que um post estiver com a autoria Colaborador, quer dizer que ele foi feito por algum de nossos sites, blogs ou redatores parceiros!

O Cinema como ato sociopolítico: inspirações e homenagens em Casa de Antiguidades

Entrevista realizada por: Carine Souza e Jorge Ialanji Filholini O longa Casa de Antiguidades, escrito e dirigido por João Paulo Miranda Maria, teve a sua primeira exibição no Brasil na 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, realizada entre outubro e novembro. Antes, o filme integrou a seleção oficial do Festival de Cannes – que não ocorreu neste ano devido a pandemia de Covid-19 – e passou pelos prestigiados festivais de San Sebastián e Toronto. Ambientado no Brasil atual, o filme retrata Cristovam, um homem negro que se muda de Goiás para uma antiga colônia austríaca, no sul...

Ler Mais

Casa de Antiguidades

Por Carine Souza e Jorge Ialanji Filholini No primeiro plano de Casa de Antiguidades (2020), somos apresentados a uma atmosfera em que não conseguimos distinguir qual o tempo e espaço daquela cena. Uma iluminação clara. Um enquadramento com a cor branca pesada. Uma pessoa toda coberta com uma roupa que lembra a de um astronauta. Equipamentos e máquinas cromadas. Maniqueísmo de uma ficção-científica. Aparentemente um ambiente distópico, longe de nossas interpretações concretas, com um pé no insólito, não permitindo distinguir, logo de início, em que lugar estamos. A qual futuro ou passado aquele indivíduo coberto por aquele uniforme pertence?...

Ler Mais

Montagem cinematográfica: da moviola ao Adobe Premiere

Por Daniel Couto Pode-se dizer que a história da montagem se confunde com a própria história do cinema. Se no início da sétima arte a possibilidade de se contar uma história era limitada pela película de 50 segundos do cinematógrafo dos Irmãos Lumiére, com o passar do tempo realizadores foram percebendo no corte e na junção da película uma forma de criar filmes com duração e complexidade maiores. Talvez um dos primeiros realizadores a perceber a importância da técnica foi o ilusionista Georges Méliès. Foi por meio da arte de cortar películas que Méliès descobriu a possibilidade de se...

Ler Mais

Entre pêssegos e slow motion: os detalhes da montagem em Parasita

Por Daniel Couto Tido como a grande surpresa do Oscar 2020, o filme Parasita (2019) faturou quatro das seis categorias nas quais concorreu. No entanto, na categoria de melhor montagem o longa de Bong-Joon Ho perdeu a estatueta para Ford vs Ferrari (2019). Muitos ensaios e críticas surgiram na internet, antes e após a premiação, exaltando a montagem do filme sul-coreano e contestando a premiação. Fato é que, Ford vs Ferrari apresenta uma montagem que pouco agrega à narrativa fílmica, ao desenvolvimento dos arcos dos personagens e foca no apelo visual da edição “videoclipada” das cenas de corrida. Já Parasita...

Ler Mais

Adoráveis Mulheres: história clássica com montagem contemporânea

Por Daniel Couto Dirigido por Greta Gerwig (Lady Bird: É hora de voar e Nights and Weekends) o longa Adoráveis Mulheres (2019) apresenta uma abordagem diferente para uma história clássica. Em sua quinta adaptação para o cinema – e após diversas releituras em peças para televisão – o livro de Louisa May Alcott ganhou um novo frescor. Muito disso vem de uma montagem que abre mão da linearidade para abusar dos diferentes tempos narrativos, que nos ajudam a entender a historia da família March. Contraste talvez possa ser a melhor palavra que descreva o estilo de montagem empregado no...

Ler Mais