Lixo Extraordinário

Por Gustavo Soussumi Quando deixou seu apartamento em Nova York, num momento de aparente crise, o artista plástico tinha um plano audacioso – trabalhar num aterro e, de alguma forma, mudar a vida das pessoas que trabalham separando o material do qual a sociedade se livra todos os dias como se fosse lixo. Esse objetivo entra em contraste com a sua postura inicial, que à primeira vista é de um homem arrogante, mas que aos poucos vai mostrando carinho e cuidado que poucos se prontificariam a demonstrar. Logo na abertura, temos um trecho da entrevista concedida ao Jô, que...

Ler Mais