Home / Críticas / A Espuma dos Dias
Cinemascope - A espuma dos dias (2)

A Espuma dos Dias

Por Maiara Prestes

A Espuma dos Dias é o novo longa-metragem de Michel Gondry, baseado em um romance francês homônimo publicado nos anos 1940.

Gondry é conhecido por seu surrealismo em frente às câmeras, criando um mundo particular por meio de planos e objetos de cena. Dessa vez, pode tirar proveito da obra literária em si, que é dotada de certo surrealismo por conta de seu autor, Boris Van.

Colin (Romain Duris) é um homem rico que mora com seu cozinheiro Nicolas (Omar Sy). Colin recebe Chick (Gad Elmaleh),seu melhor amigo para um almoço e após este contar sobre sua nova paixão, Colin decide que também é hora de se apaixonar. Não muito depois, conhece Chloé (Audrey Tautou) e tem suas expectativas correspondidas, graças a ajuda de Nicolas. O início do relacionamento faz o filme ganhar nuances incríveis. São de encher os olhos as cenas que seguem o casal, até descobrirem a doença que Chloé adquiriu após engolir uma flor de lótus. A flor começa a crescer em seu pulmão e prejudicar sua saúde.

Conforme o estado de Chloé se agrava, o filme começa a ficar mais escuro e dramatizado, denso, perde a leveza e o bom humor de seu início, pra chegar a um fim nada belo e agradável para um começo tão colorido e divertido.

No fim dos 125 minutos, o espectador não acostumado com o cinema de Gondry talvez não se contente com sua abordagem da obra, e a máxima dita algumas vezes durante o filme: “São as coisas que mudam, não as pessoas”. De qualquer forma, o que deve ser guardado é a beleza e alegria do início do romance, das cores que expressam o amor e a alegria de estar com alguém que o completa.

Cinemascope - A espuma dos dias - Poster BRA Espuma dos Dias (L’ecume dês jours)

Ano: 2013

Diretor: Michel Gondry

Roteiro: Luc Bossi

Elenco Principal: Audrey Tautou, Omar Sy, Romains Duris, Gad Elmaleh.

Gênero: Drama.

Nacionalidade: França

 

 

 

Assista o Trailer:

Galeria de Fotos:

Por Maiara Prestes A Espuma dos Dias é o novo longa-metragem de Michel Gondry, baseado em um romance francês homônimo publicado nos anos 1940. Gondry é conhecido por seu surrealismo em frente às câmeras, criando um mundo particular por meio de planos e objetos de cena. Dessa vez, pode tirar proveito da obra literária em si, que é dotada de certo surrealismo por conta de seu autor, Boris Van. Colin (Romain Duris) é um homem rico que mora com seu cozinheiro Nicolas (Omar Sy). Colin recebe Chick (Gad Elmaleh),seu melhor amigo para um almoço e após este contar sobre sua…

Avaliação geral

Avaliação geral

3, 5

Sobre Maiara

Curitibana com 21 anos de idade, formada em Produção de Áudio e Vídeo. Já esteve envolvida na direção de arte de 3 dos 4 curtas produzidos durante o curso e tem seu argumento em 2 roteiros produzidos. Seus favoritos são Wes Anderson, Spike Jonze, Tim Burton e Quentin Tarantino.
Comentários