Home / Notícias / Musical “La La Land” bate recorde de indicações ao Oscar
la-la-land1

Musical “La La Land” bate recorde de indicações ao Oscar

Por Felipe Teixeira

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgou na manhã desta terça-feira (24) a lista dos indicados ao Oscar 2017, marcado para o dia 26 de fevereiro. Como já era esperado, o musical La La Land – Cantando Estações foi o filme mais lembrado e bateu o recorde de indicações (14), igualando os feitos de Titanic (1997) e A Malvada (1950). Os outros favoritos Moonlight: Sob a Luz do Luar e Manchester À Beira-Mar também não fizeram feio, com oito indicações para cada, incluindo Melhor Filme.

Em um novo formato de divulgação, a Academia anunciou os indicados deste ano em um vídeo pré-gravado com artistas que concorreram ao prêmio em edições anteriores, como a atriz Brie Larson e o diretor Guillermo Del Toro. Outras surpresas do anúncio ficaram por conta da ausência de Amy Adams na categoria de Melhor Atriz, após ser muito elogiada por suas atuações em A Chegada e Animais Noturnos; a vigésima indicação ao Oscar de Meryl Streep, em outro recorde desta manhã; e o esquecimento quase completo de Silêncio, o nova longa-metragem de Martin Scorcese, que concorre apenas em Melhor Fotografia.

Mas um fato que precisa mesmo de destaque é a diversidade racial dos indicados. Ao contrário dos dois últimos anos, quando apenas atores e atrizes brancos concorreram aos prêmios de atuação, o que gerou o movimento #OscarsSoWhite, levou artistas a boicotarem a premiação e fez com que a Academia mudasse regras para tentar aumentar a diversidade na premiação, em 2017 seis artistas negros (mais um recorde!) estão no páreo pelas estatuetas de atuação: Denzel Washington, Viola Davis, Octavia Spencer, Naomie Harris, Ruth Negga e o favoritíssimo Mahershala Ali. Dev Patel, de descendência indiana, também concorre a Melhor Ator Coadjuvante por Lion.

Confira abaixo a lista completa de indicados:

MELHOR FILME
“A Chegada”
“Até o Último Homem”
“Estrelas Além do Tempo”
“Lion – Uma Jornada para Casa””
“Moonlight: Sob a Luz do Luar”
“Cercas”
“A Qualquer Custo”
“La La Land – Cantando Estações”
“Manchester à Beira-Mar”

MELHOR ATOR
Casey Affleck, por “Mancehester à Beira-Mar”
Andrew Garfield, por “Até o Último Homem”
Ryan Gosling, por “La La Land – Cantando Estações”
Viggo Mortensen, por “Capitão Fantástico”
Denzel Washington, por “Cercas”

ATOR COADJUVANTE
Mahershala Ali, por “Moonlight: Sob a Luz do Luar”
Jeff Bridges, por “A Qualquer Custo”
Lucas Hedges, por “Manchester à Beira-Mar”
Dev Patel, por “Lion – Uma Jornada para Casa””
Michael Shannon, por “Animais Noturnos”

MELHOR ATRIZ
Isabelle Huppert, por “Elle”
Ruth Negga, por “Loving”
Natalie Portman, por “Jackie”
Emma Stone, por “La La Land – Cantando Estações”
Meryl Streep, por “Florence: Quem é Essa Mulher?”

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Viola Davis, por “Cercas”
Naomie Harris, por “Moonlight: Sob a Luz do Luar”
Nicole Kidman, por “Lion – Uma Jornada para Casa””
Octavia Spencer, por “Estrelas Além do Tempo”
Michelle Williams, por “Manchester à Beira-Mar”

MELHOR ANIMAÇÃO
“Kubo e As Cordas Mágicas”
“Moana”
“Minha Vida de Abobrinha”
“A Tartaruga Vermelha”
“Zootopia: Essa Cidade é o Bicho”

MELHOR DIREÇÃO
“A Chegada”
“Até o Último Homem”
“La La Land – Cantando Estações”
“Manchester à Beira-Mar”
“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

MELHOR ROTEIRO
“A Qualquer Custo”
“La La Land – Cantando Estações”
“O Lagosta”
“Manchester à Beira-Mar”
“20th Century Women”

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
“A Chegada”
“Cercas”
“Estrelas Além do Tempo”
“Lion – Uma Jornada para Casa”
“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
“Um Homem Chamado Ove” (Suécia)
“Terra de Minas” (Dinamarca)
“Tanna” (Austrália)
“O Apartamento” (Irã)
“Toni Erdmann” (Alemanha)

MELHOR DOCUMENTÁRIO
“Fogo no Mar”
“I Am Not Your Negro”
“Life, Animated”
“O.J.: Made in America”
“A 13ª Emenda”

MELHOR TRILHA SONORA
“Jackie”
“La La Land – Cantando Estações”
“Lion – Uma Jornada Para Casa”
“Moonlight: Sob a Luz do Luar”
“Passageiros”

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Audition”, de “La La Land – Cantando Estações”
“Can’t Stop the Feelings”, de “Trolls”
“City of Stars”, de “La La Land – Cantando Estações”
“The Empty Chair”, de “Jim: The James Foley Story”
“How Far I’ll Go”, de “Moana”

MELHOR CURTA-METRAGEM
“Ennemis Intérieurs”, de Sélim Azzazi
“La Femme et le TGV”, de Timo von Gunten
“Silent Nights”, de Aske Bang
“Sing (Mindenki)”, de Kristof Deák
“Timecode”, de Juanjo Giménez

MELHOR DOCUMENTÁRIO CURTA-METRAGEM
“Extremis”, de Dan Krauss
“4.1 Miles”, de Daphne Matziaraki
“Joe’s Violin”, de Kahane Cooperman e Raphaela Neihausen
“Watani: My Homeland”, de Marcel Mettelsiefen e Stephen Ellis
“The White Helmets”, de Orlando von Einsiedel e Joanna Natasegara

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO
“Pearl”
“Piper: Descobrindo o Mundo”
“Blind Vaysha”
“Pear Cider and Cigarettes”
“Borrowed Time”

MELHOR FOTOGRAFIA
“A Chegada”
“La La Land – Cantando Estações”
“Lion”
“Moonlight: Sob a Luz do Luar”
“Silêncio”

MELHORES EFEITOS VISUAIS
“Horizonte Profundo: Desastre no Golfo”
“Doutor Estranho”
“Mogli: O Menino Lobo”
“Kubo e as Cordas Mágicas”
“Rogue One: Uma História Star Wars”

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
“A Chegada”
“Horizonte Profundo – Desastre no Golfo”
“Até o Último Homem”
“La La Land – Cantando Estações”
“Sully – O Herói do Rio Hudson”

MELHOR MIXAGEM DE SOM
“A Chegada”
“Até o Último Homem”
“La La Land – Cantando Estações”
“Rogue One: Uma História Star Wars”
“13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi”

MELHOR MAQUIAGEM E CABELO
“Um Homem Chamado Ove”
“Star Trek: Sem Fronteiras”
“Esquadrão Suicida”

MELHOR FIGURINO
“Aliados”
“Animais Fantásticos e onde Habitam”
“Florence: Quem é Essa Mulher?”
“Jackie”
“La La Land – Cantando Estações”

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
“A Chegada”
“Animais Fantásticos e onde Habitam”
“Ave, César!”
“La La Land – Cantando Estações”
“Passeiros”

MELHOR MONTAGEM
“A Chegada”
“Até o Último Homem”
“A Qualquer Custo”
“La La Land- Cantando Estações”
“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

Sobre Felipe

Jornalista e amante da cultura pop, principalmente quando o assunto é um anel do poder ou uma ilha misteriosa com uma fumaça preta. Curte muito o Cuarón, o Linklater, os Coen, o Fincher e o Scorcese.
Comentários