Autor: Katia Kreutz

Sobre

Katia Kreutz

Formada em jornalismo pela USJT e técnica em direção cinematográfica pela Academia Internacional de Cinema, é cineasta e jornalista freelancer, gestora de mídias sociais do site americano The Playlist e redatora do Cinemascope. Atualmente cursa mestrado em Meios e Processos Audiovisuais na ECA/USP.

Ad Astra: Rumo às Estrelas

A questão sobre estarmos ou não sozinhos no universo é uma das mais intrigantes já colocadas diante da humanidade. Afinal, se há vida (inteligente ou não) em outros planetas, por que não tivemos sinal algum de que ela existe? Para responder a essa pergunta, Clifford McBride (interpretado por Tommy Lee Jones) parte em uma missão rumo à fronteira do sistema solar. Nas primeiras cenas de Ad Astra (recentemente indicado ao Oscar de melhor mixagem de som), somos apresentados ao filho de Clifford, o Major Roy McBride (Brad Pitt). Seguindo os passos do pai, desaparecido desde sua infância, Roy se...

Ler Mais

Perdi Meu Corpo

Uma mão percorre a cidade de Paris, em busca de seu corpo. A fantástica premissa de Perdi Meu Corpo/J’ai perdu mon corps, produção da Netflix indicada ao Oscar de melhor animação de longa-metragem, não dá conta da experiência poética que aguarda o espectador desse filme, acompanhando a história do jovem Naoufel. Enquanto a mão decepada tenta “sobreviver” a atropelamentos, ratos e pombos, em busca do que lhe falta, vamos descobrindo um pouco de suas memórias. Incrivelmente consciente, ela é por si só a protagonista do filme, embora pertença a um rapaz de vida conturbada. De seu dono, não sabemos...

Ler Mais

Zumbilândia: Atire Duas Vezes

Histórias de zumbi fazem parte da cultura popular há pelo menos dois séculos. O personagem Frankenstein (1818), de Mary Shelley, embora não seja um zumbi propriamente dito, já representava esse processo de ressurreição da morte, trazendo o corpo de volta à “vida” em estado degradante e violento. O livro tem suas origens no folclore europeu, que também serviu de base para o conceito dos vampiros. No cinema, o mito dos zumbis ganhou popularidade há algumas décadas e se tornou um subgênero do terror principalmente a partir de A Noite dos Mortos-Vivos (1968), de George A. Romero. Mais recentemente, destacam-se...

Ler Mais

Se a Rua Beale Falasse

Nas primeiras cenas de Se a Rua Beale Falasse, Tish (Kiki Layne) e Fonny (Stephan James) aparecem como dois jovens completamente apaixonados. Eles cresceram juntos e foram descobrindo seu amor aos poucos. Uma coisa, porém, logo fica clara: a história do casal está longe de ser apenas um romance. Toda a doçura presente na juventude e inocência de Tish e Fonny é maculada pela prisão do rapaz. Acusado de estuprar uma mulher, ele é imediatamente encarcerado e passa a ser vítima de muitas violências enquanto aguarda o julgamento. Do lado de fora, Tish descobre que está grávida e precisa...

Ler Mais

Um Lugar Silencioso

O último ano foi no mínimo interessante para os fãs de filmes de terror. Entre os lançamentos do gênero, destacaram-se o sucesso de público e crítica Hereditário, o horror/sci-fi Aniquilação e o remake de Suspiria. Um Lugar Silencioso está entre esses filmes, alavancando a carreira do diretor John Krasinski (conhecido por seu trabalho como ator na série cômica The Office). O longa é protagonizado por Emily Blunt, esposa do diretor na vida real. Na história, ela é Evelyn Abbott, mãe de três filhos – Regan (Millicent Simmonds), Marcus (Noah Jupe) e Beau (Cade Woodward) – e casada com Lee...

Ler Mais