Autor: Vinícius Gonçalves

Sobre

Vinícius Gonçalves

Mestrando em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e graduado em Comunicação e Multimeios pela mesma instituição. Possui interesse em artes plásticas, audiovisuais, processos de criação e crítica de arte.

Notre Dame

Notre Dame, dirigido, escrito e interpretado por Valérie Donzelli é uma comédia francesa com toques de fantasia e aventura, que já recebeu indicações ao Prix du Public UBS e Variety Piazza Grande Award. O filme relata a vida de Maud Crayon, uma arquiteta francesa que mora no centro de Paris com os seus dois filhos. Ela vive uma vida conturbada, atravessada pelas visitas íntimas e encontros esporádicos com seu ex-marido: é um retrato de um relacionamento falido, mas que nunca efetivamente acabou. A trama começa a se desenrolar no escritório de arquitetura, no qual Crayon é uma colaboradora. Os...

Ler Mais

Era uma vez um sonho

Era uma vez um sonho (2020) é um filme norte-americano, baseado no livro autobiográfico de J.D Vence – Hillbilly Elegy e dirigido por Ron Howard, vencedor do Oscar com Uma mente brilhante (2001). O longa-metragem, que teve a sua estreia no Brasil em 12 de novembro de 2020,  conta a história da família Vance – um clã disfuncional, caracterizado por ciclos ininterruptos de violência. A narrativa se constrói simultaneamente em dois períodos diferentes: passado e presente. Enquanto no presente acompanhamos J.D. Vance (Gabriel Basso) estudando direito em Yale – uma das universidades mais prestigiadas dos Estados Unidos –, no...

Ler Mais

Paris is Burning

X-T-R-A-V-A-G-A-N-Z-A* Talvez essa seja a melhor palavra para descrever a comunidade LGBTQIA+ retratada em Paris is Burning (1990), filme-documentário estadunidense, dirigido e escrito por Jennie Livingston durante a década de 1980. Obviamente, não me refiro ao sentido conservador atribuído à palavra. Ao invés disso, focalizo aqui sua radicalidade política transformadora. O uso da palavra e sua definição – que ou quem está fora do uso geral, habitual ou comum; estranho, excêntrico – como arma política de indivíduos que escapam das normas abestadas da sociedade que, mesmo capengas, insistem em persistir. Aqui está a atualidade de Paris Is Burning (1990):...

Ler Mais

A Revolução em Paris

O Festival Varilux de cinema francês disponibilizou um catálogo de 50 filmes francófonos na plataforma Looke. Na esteira das lives e debates culturais em meio à pandemia, esse foi o modelo que o festival encontrou de contribuir com as políticas de isolamento: o Festival Varilux em Casa. Com o objetivo de proporcionar uma paisagem do cinema contemporâneo francês está disponível na plataforma uma diversidade de gêneros e filmes, entre eles, o drama de Pierre Schoeller – A Revolução em Paris (Um peuple et son roi) de 2018. A obra remonta a Revolução Francesa, em seu arco de momentos históricos...

Ler Mais

Arca Russa

A opulência do Hermitage Museum (antigo palácio do Czar) ganha ainda mais potência pelas lentes do cineasta Alexander Sokurov. Arca Russa, de 2002, é uma obra formidável, em que cinema, arte e história são enlaçados na construção de uma narrativa que enfoca o conceito de eternidade. Em um travelling de aproximadamente 1h30, a câmera subjetiva – conduzida por um narrador do século XXI que nunca se apresenta – guia-nos pelas 35 salas do museu, conduzindo-nos em uma viagem pela história russa entre os séculos XVIII até XXI. Durante o Arca Russa revivemos alguns episódios importantes da história do país e...

Ler Mais