Home / Críticas / G.I Joe – Retaliação
G. I

G.I Joe – Retaliação

Por Silas Mendes

(Participação especial Ccine10)
Continuação do filme de 2009, G.I. JOE: A Origem de Cobra, Retaliação é superior ao anterior por não possuir um roteiro baseado em cenas de ação e alívios cômicos, mas falha por possui um roteiro exagerado e não explicativo quanto ao ocorrido com os personagens do filme anterior.Ao final de G.I. Joe: A Origem de Cobra, nós sabemos que Zartan (Arnold Vosloo) tomou o lugar do presidente e que Comandante Cobra e Destro foram capturados pelos Joe. A continuação parte do ponto em que Duke (Channing Tatum) agora é o líder de uma nova equipe, Roadblock (Dwayne Johnson), Dj Cotrona (Flint), Adrianne Palicki (Lady Jaye) e Snake Eyes (Ray Park), traídos pelo “presidente”, os Joe devem provar sua inocência e dar conta da organização Cobra que volta para sua vingança.

O que mais incomodou no filme foi quando inseriram uma linha de história que se distanciava de certa forma da linha principal (e acabou sendo mais interessante, assim como no primeiro filme). Inserir a história – mesmo que forçada – de Snake Eyes, Jinx (Elodie Yung), Mestre Cego (RZA) à caça de Storm Shadow (Byung-hun Lee), mas apesar de forçada (e bem forçada) essa linha é responsável pela melhor sequência de ação do filme e, provavelmente, da série.Os personagens são “bem desenhados” dentro dos limites de um filme de ação que tem de se preocupar mais em estabelecer suas fronteiras e acontecimentos do que lhes dar profundidade e importância.

Para além dos exageros do roteiro, o filme continua com uma certa “poluição visual” que já incomodava no primeiro filme (que além de pegar pelos efeitos especiais sofríveis, pecava pela forma de usá-los), mas essa poluição se reduz a algumas cenas (principalmente na parte final) e permite belas sequências envolvendo Snake Eyes, Jinx e lutas ninjas em montanhas cobertas de neve.

Acredito que o grande destaque do filme está atrás das câmeras, nas mãos do pouco conhecido Jon M. Chu, diretor do documentário Never Say Never sobre o astro teen Justin Bieber e de dois (2 e 3) filmes da série Ela Dança Eu Danço (série da qual Channing Tatum é o protagonista do primeiro filme), que surpreende em evitar tornar seu filme um palco de comédia stand up, como Stephen Sommers fez em A Origem de Cobra.

Chu ainda tenta atribuir um tom mais sério (motivado pelos fatores do inicio da história) e apesar de não obter total sucesso, Retaliação se sai melhor que seu antecessor como filme de entretenimento e ação.

G.I Joe - Retaliação (7)G.I. Joe: Retaliação (G.I. Joe 2: Retaliation)

Ano: 2012

Diretor: Jon Chu.

Roteiro: Rhett Reese, Paul Wernick.

Elenco Principal: Channing Tatum, Bruce Willis, Dwayne Johnson

Gênero: Ação.

Nacionalidade: EUA.

 

 

 

Veja o trailer:

Galeria de Fotos:

Por Silas Mendes (Participação especial Ccine10) Continuação do filme de 2009, G.I. JOE: A Origem de Cobra, Retaliação é superior ao anterior por não possuir um roteiro baseado em cenas de ação e alívios cômicos, mas falha por possui um roteiro exagerado e não explicativo quanto ao ocorrido com os personagens do filme anterior.Ao final de G.I. Joe: A Origem de Cobra, nós sabemos que Zartan (Arnold Vosloo) tomou o lugar do presidente e que Comandante Cobra e Destro foram capturados pelos Joe. A continuação parte do ponto em que Duke (Channing Tatum) agora é o líder de uma nova…

Avaliação geral

Avaliação geral

2,5

Sobre Colaborador

Sempre que um post estiver com a autoria Colaborador, quer dizer que ele foi feito por algum de nossos sites, blogs ou redatores parceiros!
Comentários