Home / Críticas / Versos de um Crime
Cinemascope---Versos-de-um-Crime-Topo

Versos de um Crime

Por Magno Martins

Não há dúvidas de que Versos de um Crime (Killing Your Darlings) é uma das produções mais aguardadas deste ano. A Geração Beat, tão amada e retratada diversas vezes no cinema, ganhou uma nova adaptação que mostra o início de uma geração que foi influenciada por grandes poetas como Allen Ginsberg, Jack Kerouac e William Burroughs.

Diferentemente do filme Howl (2010), com James Franco, Versos de um Crime mostra o início de tudo, quando Ginsberg inicia sua faculdade, ainda novo e inocente diante do mundo, ou seja, o filme mostra a grandiosidade do início de uma geração que marcou a cultura americana e o mundo com poemas que retratava a realidade das pessoas que viviam à margem do Sonho Americano e que buscavam suas identidades sem seguir padrões impostos pela sociedade na década de 1960. Então, não é possível comparar Howl com Versos de Um Crime, já que são produções que se destacam pelos períodos diferentes sobre a vida e obra de Allen Ginsberg.

Daniel Radcliffe atuou brilhantemente no papel de Allen Ginsberg, um dos maiores poetas da geração beat, criador do famoso “O Uivo e Outros Poemas”. Para quem acreditava que Radcliffe ficaria marcado eternamente pelo idolatrado Harry Potter, esse filme revela que ele tem, sim, o talento para encarnar um personagem incrivelmente delicado, com muitos desafios que poderiam ser problemas para outros atores. No filme, Ginsberg inicia sua faculdade em 1944, com o apoio de seu pai Louis Ginsberg (David Cross) mesmo com o sentimento de culpa ao deixar sua neurótica mãe Naomi Ginsberg (Jennifer Jason Leigh), e parte para realizar o seu sonho de se tornar um escritor famoso. Porém, Ginsberg se sente incomodado com as regras impostas pela literatura americana, chegando a ter desavenças em sala de aula com um de seus professores. Com isso, ele acaba conhecendo Lucien Carr (Dane DeHann), um jovem sedutor que lhe apresenta a contracultura, mostrando a Ginsberg um mundo de possibilidades em sua carreira como escritor. Assim, Ginsberg é apresentado a Jack Kerouac (Jack Huston) e William Burroughs (Ben Foster), seus futuros companheiros que criaram a Geração Beat.

Ginsberg começa a se apaixonar por Lucien, o que desencadeia uma série de contratempos em sua vida. Lucien percebe a atração de Ginsberg, mas usa isso ao seu favor em diversos momentos, principalmente em sua relação conturbada com o zelador David Kammerer (Michael C. Hall). Nesse quase triângulo amoroso, grandes inspirações brotam em Ginsberg para que ele pudesse se tornar uma das maiores referências da literatura de sua época. Um dos pontos culminantes do filme é quando mostra a primeira relação sexual entre Allen Ginsberg e Lucien Carr, com diversos takes da história do filme e seus personagens. Diferentemente do que foi divulgado anteriormente, a cena é leve e o nu entre os dois atores é quase que imperceptível. É um take incrivelmente bem elaborado, com a narração de um dos poemas mais lindos de Allen Ginsberg.

Para quem não sabe, Versos de Um Crime quase que foi mais um projeto cancelado. Daniel Radcliffe, que atuava na peça Equus, participou dos testes em 2008 e já tinha conseguido o papel de Allen Ginsberg, porém, os dois últimos filmes de Harry Potter (Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 1  e 2) fez Radcliffe se afastar das filmagens, e acabou não entrando nas primeiras cenas, que chegaram ser filmadas com os atores Chris Evans, Jesse Eisenberg, e Ben Whishaw. Com o corte do orçamento na produção, o filme foi cancelado. Ao retornar com o projeto, o diretor iniciante John Krokidas ofereceu o papel novamente para Radcliffe, que aceitou imediatamente.

Versos de um Crime recebeu o prêmio de Melhor Diretor no Palm Spring International Film Festival 2013 e uma indicação na categoria Grande Prêmio do Juri no Sundance Festival Film 2013. Mesmo sendo um diretor iniciante, Krokidas dirigiu todas as cenas com muito cuidado e contou com o roteirista, também iniciante, Austin Bunn. John e Austin retrataram fielmente todo o lifestyle da época, mostrando a face perfeita do Sonho Americano e ao mesmo tempo mostrando o lado cru da considerada margem da sociedade, por meio de uma fotografia incrivelmente bem alinhada aos figurinos de todo o elenco. É um filme bem fiel à realidade, nada fantasioso.

Versus de um Crime sem dúvidas é uma cinebiografia que retrata fielmente o início de toda a Geração Beat e um prato cheio para quem gosta de um excelente filme sobre amor e ódio, com muitas referências de literatura e personagens marcantes.

Cinemascope---Versos-de-um-Crime-PosterVersos de um Crime (Killing Your Darlings)

Ano: 2014

Diretor:  John Krokidas

Roteiro: John Krokidas e Austin Bunn

Elenco Principal: Daniel Radcliffe, Dane DeHaan, Michael C. Hall, Jack Huston, Ben Foster, David Cross, Jennifer Jason Leigh e Elizabeth Olsen.

Gênero: Drama, Biografia

Nacionalidade: EUA

 

 

 

Assista o trailer:

 

Galeria de Fotos:

Por Magno Martins Não há dúvidas de que Versos de um Crime (Killing Your Darlings) é uma das produções mais aguardadas deste ano. A Geração Beat, tão amada e retratada diversas vezes no cinema, ganhou uma nova adaptação que mostra o início de uma geração que foi influenciada por grandes poetas como Allen Ginsberg, Jack Kerouac e William Burroughs. Diferentemente do filme Howl (2010), com James Franco, Versos de um Crime mostra o início de tudo, quando Ginsberg inicia sua faculdade, ainda novo e inocente diante do mundo, ou seja, o filme mostra a grandiosidade do início de uma geração…

Avaliação geral

Avaliação Geral

5

Sobre Magno

Mineiro, Planner Digital e colaborador do Cinemascope para levar o melhor conteúdo para você!
Comentários