Home / Notícias / Canal Curta! estreia ‘Mulher’, clássico da Cinédia
cinédia - mulher

Canal Curta! estreia ‘Mulher’, clássico da Cinédia

Da redação

A partir de maio, o Canal Curta! vai exibir uma sequência de quatro filmes da Cinédia, o mais antigo estúdio de cinema do Brasil e em atividade até hoje, responsável por lançar nomes como Grande Otelo, Oscarito e Dercy Gonçalves.

Mulher, inédito na TV brasileira, é o primeiro dos filmes a ser exibido, na Quarta de Cinema, dia 11. O longa retrata os dias de luta e sofrimento enfrentados por Carmem, uma jovem que é expulsa de casa pelo padrasto, depois de se envolver com um de seus pretendentes. A ideia do filme, que foi concebida em Hollywood, quando Adhemar Gonzaga esteve na meca do cinema. Na época, cenas do longa feitas na favela foram descartadas a pedido dos exibidores, por medo de desagradar ao público.

Ainda na quarta, o “A Vida É Curta!” vai apresentar filmes sobre engajamento. Vai ao ar na faixa, pela primeira vez na TV, Quem Matou Eloá?, que aborda o caso real do sequestro e assassinato de Eloá Pimentel, de 15 anos. O filme faz uma análise crítica sobre a espetacularização da violência e a abordagem da mídia televisiva nos casos de violência contra a mulher. Na sequência, À Margem da Imagem mostra a vida dos moradores de rua de São Paulo, e Memória, de Roberto Henkin, traz dois momentos marcantes da política brasileira: as campanhas eleitorais de Jânio Quadros à prefeitura de São Paulo e de Fernando Collor à presidência da República.

Jacques Lacan ganha um perfil em Encontro com Lacan, que será exibido na Quinta do Pensamento, no dia 12. Considerado um dos maiores psicanalistas desde Freud, o médico é retratado por meio de depoimentos de pacientes, amigos e familiares. Gerard Miller, diretor do filme, viu na produção a chance de tornar a trajetória de Lacan conhecida pelo maior número possível de pessoas. Seu irmão mais velho foi aluno do psicanalista e daí nasceu o interesse.

Nomes como Dilma Roussef, Ferreira Gullar e Eduardo Galeano, todos testemunhas do pós-guerra, estão no documentário Utopia e Barbárie, que narra importantes momentos históricos do país desde a Segunda Guerra Mundial até os dias de hoje. O diretor Silvio Tendler viajou por 15 países, coletando depoimentos sobre sua geração, que tentou mudar os rumos do país seja pela luta armada ou com suas ideias. O filme vai ao ar na Sexta da Sociedade, dia 13.

Sobre Joyce

Fundadora e editora do Cinemascope, jornalista, paulistana, fotógrafa, apaixonada por David Lynch, Pedro Almodóvar, Marilyn Monroe e café.
Comentários