Home / Notícias / Mostra destaca obras que têm a montagem como principal dispositivo de criação
Uma Página de Loucura

Mostra destaca obras que têm a montagem como principal dispositivo de criação

Da redação

A CAIXA apresenta, de 10 a 23 de setembro em São Paulo (Caixa Belas Artes) e de 6 a 18 de outubro no Rio de Janeiro (Caixa Cultural), a mostra Cinema de Montagem, que exibirá um panorama de filmes que têm a montagem como principal dispositivo de criação. Além das sessões, que reúnem 21 filmes, raramente ou nunca exibidos no Brasil, serão realizados três debates e duas masterclasses, em cada uma das capitais, com o objetivo de ampliar o diálogo e a reflexão sobre possíveis abordagens e ferramentas utilizadas por montadores de cinema.

O evento traz filmes nacionais e de países como França, Japão, Portugal, Áustria, Rússia, Inglaterra e Estados Unidos, com curadoria de Eva Randolph, Karen Akerman e Miguel Seabra Lopes. A mostra pretende contribuir para a divulgação da arte da montagem, proporcionando um espaço de debate para os profissionais da área, bem como estabelecer o interesse do público leigo por este dispositivo de criação.

Edvard Munch

Cena de Edvard Munch

A variada seleção de filmes, oriundos de diferentes épocas e com mecanismos próprios, será reunida em um livro-catálogo que incluirá textos inéditos dos montadores Daniel Rezende, Diana Vasconcellos, Eduardo Escorel, Eduardo Serrano, Giba Assis Brasil, Idê Lacreta, Joana Collier, Jordana Berg, Karen Harley, Livia Serpa, Marília Moraes, Paulo Sacramento, Ricardo Miranda, Ricardo Pretti.

Entre os filmes em cartaz, destaque para a exibição completa de Histoire(s) du Cinéma, de Jean-Luc Godard, uma série de oito filmes experimentais que exploram os limites da técnica de montagem, e do conhecimento, realizados entre 1988 e 1998; Je t’aime, je t’aime, ficção científica de 1968, dirigida por Alain Resnais; Limite, filme-poema do brasileiro Mário Peixoto, em versão restaurada; o Tour de Force biográfico Edvard Munch, dirigido por Peter Watkins; O Cremador, obra terrível e originalíssima de Juraj Herz; e o vanguardista Uma Página de Loucura, dirigido pelo japonês Teinosuke Kinugasa em 1926.

Serviço

Mostra Cinema de Montagem

Data: 10 a 23 de setembro de 2015

Horários: consulte a programação

Local: Caixa Belas Artes (www.caixabelasartes.com.br)

Endereço: Rua da Consolação, 2423 – Consolação – São Paulo (SP)

Telefone: (11) 2894-5781

Entrada: R$14 (inteira) e R$7 (meia-entrada). Clientes que comprarem o ingresso com cartão de débito ou crédito da Caixa paga R$7.

Funcionamento: de segunda a domingo, das 13h30 às 23h30

Fanpage: Cinema de Montagem

Sobre Joyce

Fundadora e editora do Cinemascope, jornalista, paulistana, fotógrafa, apaixonada por David Lynch, Pedro Almodóvar, Marilyn Monroe e café.
Comentários