Autor: Eduardo Ferrarini

Sobre

Eduardo Ferrarini

Formado em Cinema e um amante dessa arte. Aspirante a cineasta. Apreciador de música, livros, séries, pinturas, video-games, quadrinhos, da vida e das pessoas que a cercam.

Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa

É numa animação com moldes dos Looney Tunes que a protagonista Harley Quinn/ Arlequina (Robbie) nos introduz sua história de emancipação (como consta no título do filme) após o término de seu namoro com o Coringa. Debochada, ácida e inconsequente, o início que contrasta a graça do desenho animado com a história cheia de abusos e violência resume bem o que se encontrará nesse Aves de Rapina, novo projeto do universo de filmes da DC. O primeiro filme solo de Quinn, que foi introduzida no sofrível Esquadrão Suicida (2016), se trata de uma desconstrução completa da personagem. Abandonando as roupas...

Ler Mais

1917

É nítido que filmes integralmente em plano sequência já não são uma novidade (um exemplo recente de um vencedor do Oscar deste tipo é Birdman), e muito menos filmes de guerra, que por si só são um gênero cinematográfico. Porém, Sam Mendes parece alinhar bem a forma narrativa do plano sequência com esse gênero em 1917, com sua singela história que acompanha os cabos Schofield (MacKay) e Blake (Chapman) em plena Primeira Guerra Mundial. A missão de ambos é percorrer o território inimigo e entregar uma mensagem para um grupo aliado, impedindo-os de caírem numa armadilha mortal. O que...

Ler Mais