Autor: Sttela Vasco

Sobre

Sttela Vasco

Sttela, paulista e jornalista. Comecei a gostar de cinema ainda criança, quando ia com o meu avô nas sessões à tarde. Fã de romances com velhinhos, filmes sobre gastronomia e Charles Chaplin.

I Told Sunset About You: a experiência cinematográfica da série que renovou as produções LGBTQIA+ tailandesas

É algo raro de acontecer, mas dessa vez abordarei aqui uma obra que não é um filme. Mas poderia ser. Lançada em outubro de 2020, I Told Sunset About You (ou Eu falei de você para o pôr do sol, em uma tradução livre) é uma série tailandesa que conta com duas partes com cinco episódios cada e um curta e acompanha a história de amor e amadurecimento dos adolescentes Teh e Oh-aew na belíssima Phuket. Para quem não acompanha esse mundinho das séries asiáticas – fortemente puxado pelos famosos “doramas”, como as produções sul-coreanas ficaram popularmente conhecidas –...

Ler Mais

Os cinco melhores filmes de 2021

Aqui no Cinemascope, tradições são levadas muito a sério. A gente se enrola, dá uma mudadinha, mas mantemos a tradição. E nada é exemplo maior disso do que a nossa clássica lista de melhores do ano. Porém, tendo sido 2021 (mais) um ano atípico, em vez dos dez títulos de sempre, resolvemos fazer um top cinco com os melhores filmes de 2021. E vocês, conseguiram montar uma lista de favoritos apesar dos percalços desse ano? Por aqui, desejamos que 2022 venha repleto de boas estreias, espaço nas salas para os filmes brasileiros e que possamos voltar a ir ao...

Ler Mais

Minicurso gratuito no YouTube aborda participação feminina no começo do cinema

Como vocês sabem, aqui no Cinemascope nós priorizamos, além do cinema nacional, o cinema de minorias. Especialmente o cinema realizado por mulheres. Não à toa, a nossa fundadora, Joyce Pais, tem o Clube das Diretoras, curso contínuo que propõe uma imersão no trabalho das diretoras do Brasil e do mundo. E como falar de mulher no cinema nunca é de mais, existe um minicurso gratuito no YouTube dando sopa por aí só pra você aprender mais. Em Autoria feminina nos primórdios do cinema: gênero e sociedade nas obras de Lois Weber e Dorothy Davenport,  o aluno acompanha quatro videoaulas...

Ler Mais

Festival “Volta ao Mundo: Coreia do Sul” homenageia 60 anos do clássico Bala Sem Rumo

Clássico que é clássico merece homenagem. Considerado por muitos o melhor filme sul-coreano já feito, Bala Sem Rumo, de Yoo Hyun-mok, completa 60 anos em 2021 e é o foco do festival Volta ao Mundo: Coreia do Sul. Organizado pelo Petra Belas Artes À La Carte em parceria com o Centro Cultural Coreano no Brasil, o festival ainda reúne outros seis longas produzidos em diferentes décadas no país. Títulos como Canola, de Yoon Hong-seung, e A Empregada, de Im Sang-soo, fazem parte da programação. Além de Bala Sem Rumo, os espectadores poderão assistir O Caminho para Sampo, de Lee...

Ler Mais

Audrey Diwan leva o Leão de Ouro no Festival de Veneza e reforça destaque feminino em grandes premiações

É inegável: tudo indica que 2021 é o ano de mulheres brilharem em grandes premiações. No começo do ano, tivemos Chloé Zhao levando os prêmios de Melhor Filme e Melhor Direção tanto no Globo de Ouro quanto no Oscar. Em julho, a francesa Julia Ducournau conquistou a Palma de Ouro em Cannes com o Titane. Hoje foi a vez de outra francesa brilhar. Audrey Diwan ganhou o Leão de Ouro, maior prêmio do Festival de Veneza, por seu longa L’événement (O Evento), que aborda a temática do aborto ilegal na França da década de 1960. O longa foi baseado...

Ler Mais