Autor: Cleiton Lopes

Sobre

Cleiton Lopes

Formado em Cinema e Audiovisual, segue a vida escrevendo críticas de cinema, colecionando discos de vinil e, vez ou outra, algumas crônicas. Sonha conhecer David Fincher pessoalmente e completar sua coleção de Belchior

O Silêncio dos Inocentes e os monstros do terror da década de 1990

Apesar de ser bastante popular, principalmente entre os jovens, o terror é tido até hoje como um gênero menor. Mesmo com filmes constantemente aclamados pela crítica, somente em casos muito extremos é que produções são realmente reconhecidas por instituições como a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo prêmio do Oscar. Um caso recente e muito lembrado é Corra! (2017) do diretor Jordan Peele, que inclusive levou o prêmio de Melhor Roteiro Original na premiação de 2018, além de também ter sido indicado em categorias importantes como ator, direção e melhor filme. Anteriormente outras produções foram lembradas pela Academia...

Ler Mais

tick, tick…BOOM!

Ele foi chegando “de fininho” com algumas participações em filmes e séries, até que apareceu processando seu ex-melhor amigo em A Rede Social (2010), pouco tempo depois ganhou o mainstream de vez ao se tornar um herói dos quadrinhos em O Espetacular Homem Aranha (2012) e foi dirigido por Martin Scorsese em Silêncio (2016). Desde então, Andrew Garfield se tornou uma das caras mais conhecidas da geração atual de atores, fez inclusive uma rápida participação na série adulta de animação Bojack Horseman (2014 – 2020) como ele próprio. Ah, recentemente retornou como Peter Parker / Homem Aranha em Homem...

Ler Mais

Batman

Depois de dez anos do lançamento do último filme solo do homem-morcego que fechou a trilogia de Christopher Nolan com Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), e de dividir espaço com outros heróis na tentativa de universo compartilhado da DC criado por Zack Snyder, o herói ganha uma nova versão com Batman (2022). A nova adaptação dos quadrinhos é encabeçada pelo diretor Matt Reeves que recentemente dirigiu os dois últimos filmes da última trilogia de Planeta dos Macacos. Mas a questão que atormentava o grande público era como Robert Pattinson, que até outro dia era um vampiro brilhante...

Ler Mais

Casa Gucci

Certamente, assim como não existe um jeito certo de fazer um filme, não existe um jeito certo de contar uma história baseada em fatos. Entretanto, arrisco dizer que A Rede Social (2010), ao contar sobre a criação do Facebook alterou o parâmetro de produções sobre a história recente. Dirigido por David Fincher com o roteiro de Aaron Sorkin, a produção não concentrou a atenção apenas no personagem de Mark Zuckerberg, mas antes de tudo, o que atualmente faz as pessoas, principalmente os mais jovens, faturarem milhões e saírem em capas de revistas: ideias. Se anteriormente itens físicos como o...

Ler Mais

Matrix Resurrections

Com a proximidade da virada do milênio, a sociedade parecia meio confusa sobre as próximas possibilidades. A tecnologia avançava com a chegada da internet ao mesmo tempo que o bug do milênio ameaçava colocar tudo isso em cheque. Na política a Guerra Fria chegava ao fim, o que aumentava a possibilidade de trocas entre nações ao mesmo tempo que profecias de Nostradamus indicavam que o mundo estava prestes a chegar ao seu fim. Os sentimentos gerados pelos acontecimentos desse período refletiram em produções cinematográficas que alcançaram seu ápice no ano de 1999. Surpreendentemente títulos como Clube da Luta, Beleza...

Ler Mais